Sábado, 5 de Julho de 2008

Ribeira de Quarteira e Várzea de Paderne requalificadas

Finalmente a Camara Municipal de Albufeira resolveu fazer algo em relação às nossas ribeiras em Paderne. Esperemos que se efectue um bom projecto para valorizar todas as zona de ribeiras  e também espero que com este trabalho todo, que a ribeira tenha alguma água, pois sem água, perde a piada!! Heheheh

 

O texto em baixo foi retirado do site www.jornalavezinha.com

 

O Projecto de Valorização da Ribeira de Quarteira e Várzea de Paderne foi apresentado, durante uma sessão que teve lugar no auditório do Centro Comunitário de Paderne, no passado dia 27 de Junho.

A área de intervenção do Projecto de Execução compreende uma extensão de 3204 metros na Ribeira de Paderne e 5535 metros da ribeira de Quarteira

Na sessão estiveram presentes, para além dos técnicos envolvidos no projecto, o presidente da Assembleia Municipal, Carlos Silva e Sousa, o presidente da Câmara Municipal de Albufeira, Desidério Silva, o vice-presidente José Carlos Rolo, a vereadora Marlene Silva, o presidente da Junta de Freguesia de Paderne, Francisco Fernandes Guerreiro e o anfitrião padre César Chantr.

Depois da exibição de um filme sobre a obra a executar, onde foram apresentadas imagens sobre Paderne e as suas potencialidades históricas e culturais, subiram ao palco Carlos Silva e Sousa, Desidério Silva e Francisco Guerreiro para falarem sobre a obra apresentada.

 

As alternativas à praia estão no interior

O primeiro a intervir foi Desidério Silva que referiu a importância desta requalificação: “É uma obra com o valor de cerca de 800 mil euros que tem como objectivo a requalificação da ribeira de Paderne. Estas verbas foram garantidas e agora vamos ter a sua concretização fazendo parte de uma primeira fase que se pretende mais ampla.

Paderne é um espaço do concelho de Albufeira com complementariedades muito próprias que é preciso explorar, nomeadamente o seu património cultural”.

Em relação ao castelo disse: “Estamos a trabalhar para que se construam lá equipamentos necessários na parte exterior como vigilância e acompanhamento, assim como parqueamento e instalações sanitárias, tornando-se num local de visita e de valorização desta freguesia.

A estratégia de valorização das questões ambientais fazem parte das nossas preocupações incluindo esta zona do castelo e ribeira.

A alternativa à praia e mar encontram-se no interior, sendo necessário valorizá-lo com espaços de lazer e cultura. Vamos requalificar o edifício na povoação para adaptação do Museu do Barrocal, sendo um projecto estratégico a nível regional e que tem todo o nosso apoio.

É uma obra que está no terreno que é importante para o concelho de Albufeira e para a freguesia de Paderne”.

 

Este projecto é muito importante

O presidente da Junta, Francisco Guerreiro começou por recordar os seus tempos de infância passada nas ribeiras: “Todos conhecemos a ribeira e o seu percurso mas vou tentar acompanhar o trabalho de desenvolvimento com a empresa no sentido de colaborar no que for necessário.

A Junta de Freguesia tem desde há muito a preocupação de limpá-las, nomeadamente com trabalhos de fundo feitos em 1993, desde o Moinho Novo à ponte do castelo com acompanhamento de um técnico da hidráulica. A obra foi no valor de 4 mil contos. A partir dessa altura só pontualmente se tem limpo alguns lugares”.

E mais adiante referiu:

“Este projecto é muito importante para todos nós pois esperamos que possa acabar de vez com os problemas das cheias, nomeadamente na zona das Chaíças, provocadas pelas deficiências da ponte que lá existe.

A ribeira tem um caudal considerável e há que ter em conta vários pormenores no decorrer do seu percurso. Por isso estarei presente nesta obra de requalificação para dar o meu parecer localmente quando isso for exigível e contactar se for necessário alguns proprietários de terrenos contíguos”.

 

Este é um património de todos

Encerrou as intervenções Carlos Silva e Sousa, presidente da Assembleia Municipal: “Paderne é um lugar do concelho de Albufeira com um valor importante que é necessário preservar.

É sempre complicado fazer intervenções onde a natureza é mais forte mas os homens saberão preservá-la e requalificá-la, sempre com a preocupação de aproveitar o que já existe.

Este é um património que é de todos e por isso devemos olhá-lo com toda a sensibilidade.

É um projecto bom, todos ganhamos com ele pois será o primeiro passo para a recuperação total”.

A actuação do Rancho Folclórico de Paderne no átrio do Centro Comunitário culminou da melhor maneira um acto público que dizia respeito a Paderne e ao seu património.

publicado por Napontadosdedos às 00:37
link do post | comentar | favorito
|

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Feira de Paderne - 25 de ...

. 1ª Maratona Futsal em Pad...

. Ribeira de Quarteira e Vá...

. 1º Festival folclore em P...

. Paderne deserta??

. Ponte pedonal no Purgatór...

. 2ª Feira das Artes do Ba...

. Paderne também afectada c...

. Faceal - Fábrica de tijol...

. Futsal feminino do padern...

.arquivos

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.links

Texas  Jones Act Lawyer
Texas Jones Act Lawyer Counter